Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A MINHA VIDA

triste vida a minha

caminhando pelas ruas da amargura 

descalça, triste e sozinha
em busca de mais uma aventura

maltratada pelas mãos do destino
que todos dias me tortura
tenho em mim as marcas desse cretino
as minhas dores têm a sua assinatura

nos dias em que me vê a chorar
vêm de mansinho afagar-me o rosto
dizendo docemente que tudo vai mudar

no dia seguinte mostra-me outro desgosto
nem sequer me dá oportunidade de falar
só vejo mais um obstáculo para ser transposto

angela caboz

Género: