Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Moisés e Maria

 

MOISÉS E MARIA

Numa noite, do dia 10 de outubro de 1950, em uma cidade pequena Vila Sobreiro Município de Afonso Cláudio Espírito Santo.

Um casal se uniam pelo matrimônio. Um casamento daqueles arranjados pelos familiares, os pais principalmente. 

Uma semana antes do casamento, o noivo se deitou com uma prostituta, naquele tempo não existia preservativos, ele foi afetado por uma doença sexualmente transmissível.

No dia do casamento o noivo perdeu a aliança, não houve trocas de alianças, pois só a noiva colocou a aliança no dedo do noivo.

Quando chegou o momento esperado, enfim sós...

- Moisés, não posso tocá-la!

- Maria, mas por quê?

-Moisés, chama o seu pai, meu sogro preciso falar com ele às sós.

Ela desconfiada foi chamar o seu pai.

- Maria, meu pai, o Moisés quer falar com o senhor.

Maria ficou ouvindo a conversa por de trás da porta. Maria ficou furiosa ao ouvir tudo que o então marido contava ao seu pai.

Maria já estava triste pelo fato de o noivo ter perdido a aliança no dia do casamento e mais esta, de não ser tocada por motivo de doença.

Ela pensava que os homens também deveriam manter-se virgens. Uma decepção para ela.

Maria queria se separar antes de ser tocada, mas sua mãe não deixou, aconselhando-a dizendo, que os homens são diferentes das mulheres, eles não perdem a moral, nem cai na lama seu nome.

Maria ouviu os conselhos de sua mãe.

Moisés recebeu o tratamento adequado e ficou livre da doença.

O amor de Maria, cooperou para um casamento duradouro até que a morte separou-os, aos 36 anos de casados. Depois de criar seis filhos, todos bem educados. Maria adoeceu e então...

Maria morreu, em 14 de novembro de 1986.

Madalena Cordeiro

 

 

Está participando da Antologia-Nós enfim sós-Organização Antonio Guedes Alcanforado.

 

 

Género: 
Você votou 'Não gosto'.

Comentários

Esta história é real são meus pais. "Moisés trouxe a Lei e Maria trouxe a Graça".

Meu pai e minha mãe, de maneira simples mas, nos deram a cidadania.

Madalena Cordeiro

Olá Madalena! Espero que tudo esteja bem consigo.

Beijinho

João Murty

João Murty... "Tudo bem comigo. Agora, neste momento ficou melhor. Neste momento, estou agradecendo o comentário do meu amigo querido".

Maadalena Cordeiro.

Obrigada!

Beijinhos!