Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A MORTE DO AMOR

Algum dia ele vai me dizer:

"Será que você vai me perdoar
Quando eu disser

Que eu sempre te amei

Mas que eu tinha medo de entregar

O meu amor pra você?"



"Será que você vai me perdoar

Porque eu demorei pra descobrir

Que você foi quem sempre me amou

E estava perto de mim?"



"Será que você vai me perdoar

Por tanto erro tolo que eu cometi

Sem perceber?"



E eu vou responder:



Amigo, isso não tem mais perdão,

Até porque não há

Nada pra perdoar.

Se você nunca percebeu o meu amor

Pra que chorar? 



Agora é tarde demais

Amigo, eu já te esqueci,

Até confesso que eu te amava mais

Quando você nem estava aqui.



Um sentimento quando morre

Nunca mais pode ser aceso,

Mesmo que um dia acorde

Jamais será o mesmo.



E assim ele vai lamentar:



"E o que eu vou fazer agora

Com essa minha triste vida?

Eu quero o seu amor de volta

Mas acabou o que eu queria."



"E o que eu vou fazer agora

Com essa minha triste vida?

Eu quero o seu amor de volta

Mas acabou o que eu queria.
 
JM JAMILA MAFRA

 

 

Género: