Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Morto Fingido

Eu já estou sabendo que você está sozinho
Esses seus namoros tortos
Parecem mais de garotinho.



Você realmente é um grande mentiroso,
Com ela você foi gentil
E comigo você foi um grosso.


Você realmente é um grande mentiroso,
Pra ela você fez tudo
E pra mim você se fez de morto!



Você dançou com ela,
Nadou com ela,
Deu um beijo nela.


Você passeou com ela,
Foi no mar com ela,
Deu presente pra ela.


Você dançou com ela,
De um beijo nela,
Falou dos olhos dela.



E pra mim que sempre te ajudei
Você não dá nada
E só me fala que é gay,
Nas piores horas sua lágrima enxuguei!


Mas eu já sei de tudo,
Agora eu já sei:
Você só me quer pra resolver os seus problemas
E te consolar e decifrar os seus dilemas!


E na hora da festa
Você nem lembra de mim
Só quer os seus amigos
Pra baladas e afins!


Você realmente é um grande mentiroso,
Com ela você foi gentil
E comigo você foi um grosso.


Você realmente é um grande mentiroso,
Pra ela você fez tudo
E pra mim se fez de morto!


Você só me convidou pra irmos lá na praia
Mas me deu um fora
E me deixou igual palhaça!



Você até já sabe
Que eu sou muito negativa
E a praga que eu rogo
Ninguém cura, ninguém tira.


Então preste atenção
Que agora eu vou rogar,
Se quiser pode gritar,
Se quiser pode chorar:



Você nunca vai ter ninguém,
Você nunca vai ter alguém!


Você nunca vai ter ninguém,
Você nunca vai ter alguém!


Você dançou com ela,
Nadou com ela,
Deu um beijo nela.


Você passeou com ela,
Foi no mar com ela,
Deu presente pra ela.


Você dançou com ela,
De um beijo nela,
Falou dos olhos dela.


E pra mim que sempre te ajudei
Você não dá nada
E só me fala que é gay,
Nas piores horas sua lágrima enxuguei!


Mas eu já sei de tudo,
Agora eu já sei:
Você só me quer pra resolver os seus problemas
E te consolar e decifrar os seus dilemas!



E na hora da festa
Você nem lembra de mim
Só quer os seus amigos
Pra baladas e afins!
Você realmente é um grande mentiroso,
Com ela você foi gentil
E comigo você foi um grosso.


Você realmente é um grande mentiroso,
Pra ela você fez tudo
E pra mim se fez de morto!



Você até já sabe
Que eu sou muito negativa
E a praga que eu rogo
Ninguém cura, ninguém tira.


Então preste atenção
Que agora eu vou rogar,
Se quiser pode gritar,
Se quiser pode chorar:



Você nunca vai ter ninguém,
Você nunca vai ter alguém!


Você nunca vai ter ninguém,
Você nunca vai ter alguém!

JM JAMILA MAFRA

Género: