Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Mulher, um livro sem fim

Hoje folheei algumas páginas

li a capa... a contracapa...

passeei os olhos no índice....

li também a introdução

Encostei meus ouvidos,

e ouvi o pulsar

cada vez mais acelerado do coração

Ele era prolixo,

me dizia repetidamente

quão carente ele estava....

sem amor sem paixão

ele gritava que alguém o lesse

página por página,

da introdução ao epilogo

e até depois, os comentários

e críticas

Me permiti,

me comprometi a ler

a descobrir sua história,

seus desejos suas ambições,

até mesmo suas memórias

e assim, fui sendo envolvido...

fui desvendando, 

descobrindo segredos

Secretos e bem guardados momentos,

instantes até chegar no agora,

neste instante

Espero, que escrevamos juntos

uma página. um capítulo inteiro

em cada um dos livros

Eu tenho o meu...

leia-me...devore-me a alma

(DiCello, 02/05/2020) 

Género: