Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Mundos de Gaveta, Universos Com A Caneta.

Aqui, faço um mundo com a caneta. 
E sem inconveniências; 
sem gente chata e xereta.
É aqui, onde mora a minha solidão:
um sentimento em forma de ideia
que pula de mão em mão
até o fundo da gaveta. 
 
Tem quem ache vergonhoso
escrever poesia
e falar de sonho;
Tem quem ache até bisonho!
É bom lembrar
que o importante, mesmo,
não são esses seres medonhos,
mas sim o universo com a caneta.
(E os seus mundos de gaveta...)
Género: