Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

O EXPRESSO DE RETIRO

Um trem que me leva pro Estrangeiro.. passageiro, mas dos vips não sou! 
Só mais um somente só, mais uma carranca, 'Carrara' ou cara 'amanhecida' seguindo viagem chata das mesmas, 
porém 'precisa' ou necessária... no tanto faz, vai passar por lá também! 
Uma viagem para algum lugar no estrangeiro ou no sei lá pra onde... onde ver como é que é fora daqui! 
Trem de Júpiter na estação matinal... ainda se vê as estrelas! 
Trem que não sai do lugar saindo num voo de imaginação nessa escrita torta, nesse algum lugar que espero chegar fora de mim! 
As linhas também tortas que se cruzam, a ferrovia... vamos amar a ferrovia, vamos descer em qualquer lugar onde não haja essa solidão que aqui se aglomera! 
Um trem bão que me leva às margens de um oceano(praia secreta) por ali em algum trópico para se mergulhar na linha do horizonte! 
Ele pensa em descarrilar... ele passa dos limites! 
Ô trem doido, serpenteando, passa à beira de um rio de 'lágrimas de emoção'! 
Passa em círculos em volta dum coração numa ciranda que forma um anel em vidro de 'Saturno Júpiter Plutão' 
no peito dantes vazio de solidão até se encontrar com algum amor em alguma das paragens! 
Trem danado... esvoaça ou carrega um dos vestidinhos de 'Cassandra Reis' esperando num ponto pela chamada num aeroporto de onde levará ao Estrangeiro o seu xedô! 
É um trem de brinquedo no qual eu monto sem medo com o meu tamanho gigante mesmo sendo mais um piuí abacaxi a salda frutas que possam me servi! 
Mas não sou vip e daí...?! 
O trem é nosso e agora é meu, mas não o conduzo está na o automático em que 'me abduzo' de algum piloto problemático querendo me arrastar com ele para lugares nunca dantes... 
para outras histórias poemas em linhas de trem que treme ou trepida centrifugando loucos locomotivos pensamentos... piuí...!
De teoremas dos mais complicados sobre o coseno 'drupicado' trupicado... cai no buraco fundo, sou Raimundo com muito 'placer' e solução pra dar... piuí de trem é canção! 
É poesia, é o trem... olho o trem, me traz de volta e me conta qual estação eu esqueci do tempo.
 
MAIS DE MIM EM:
Género: