Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

O IMPOSTOR

Não me deixe só, aqui nessas gavetas...
Rodeado de ideias, fantasias
Querendo um espaço e sua atenção!
Tão sozinho aqui dentro desse móvel
E entregue às baratas, moscas e cismas
À base de toda essa naftalina
Que me entorpece e alimenta ilusões!
Essa gaveta e o vasto mundo aí fora...
Necessitado de mais poesia...
E eu aqui entre esse calhamaço e chulé!
Não me deixem só para essas gavetas
Que conhecem até minhas cuecas
Como essas cortinas, meu solilóquio!
Mas talvez eu não seja um bom poeta...
O mundo é bem maior que essa gaveta
Sei que tem muitos outros por aí!
Um móvel tão simples pra tantos sonhos...!
Apesar das ideias, é tão escuro
E silencioso apesar das letras!
Falo e escrevo sozinho ou para Deus!
Não posso ficar só para as gavetas...
Ainda tem o resto da mobília
Daqui e de outras casas querendo amor!
Uma poesia merece o mundo
Com suas tão belas letras, ensaios
Rascunhos, rabiscos ou como for! 
 
MAIS DE MIM EM:
Género: