O Milagre tarda

Romantic Love Songs - Instrumental Hits

Ouve-se a harpa intocável da poesia Outonal

inclinada para o nada,

tenho saudades de nós,

da nossa primavera naquele banco distante.

 

Meus pássaros batem as asas

contra O milagre que tarda,

precisam dos teus ombros para repousar,

há tanto dentro para viver

e os meus pássaros teimam morder as cordas,

as fibras e os nervos toda a hora.

 

Dois corações famintos morrem

quentes de ausência de novas flores,

os meus dedos que te tocam,

desfazem  o meu nome inclinado

que flutua no ventre do vazio do silêncio.

 

Canto e perco a navegação do sangue,

meus pássaros ouvem e enlouquecem ,

ou somente não sabem bater asas.

 

O milagre tarda, mas não falha,

nesta lacrimosa gramática

começa o fim da linguagem

de quem somos e seremos.

 

Gila Moreira 01/04/2014 -  poema inspirado na imagem acima

 

Género: 
Você votou 'Não gosto'.