o rio

O rio sem fio 

seguia seu rumo.



Teu corpo instável

levava e deixava

pedaços plenos

e inteiros

ao longo de si mesmo.



Mas quando chegaste a mim

nada me trouxeste,

apenas levaste impiedosamente

o último pedaço do meu vulnerável coração.



Ai rio,

traz de volta 

para mim meu coração,

de volta meu perdido amor

e tudo o que é meu

e que você levou.

Género: 
Você votou 'Gosto'.

Comentários

Ex-Ricardo's picture

Gostei muito Clarice. Já vi esse rio que descreves bem.

Este rio passa mesmo por todos os lados...

fluí e destrói.

traz e leva.

é a própria vida.

Rios...eles dão os sabores, as cores, e os amores de nossas vidas...
Muito bom...