Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

O Silêncio da minha noite

No silêncio da minha noite
 
No silêncio da minha noite
Preparo-me para deitar e penso em ti
sonho em te abraçar e ter-te aqui

o teu rosto vem-me na memória
vejo teus olhos no meu livro de estória
esses olhos que reflitam a luz
e completam seu corpo que me seduz

No silêncio da minha noite
sinto forte toque dos teus braços 
fortes gestos de ternura de repente acordo
vejo o que tenho perdido
a mágoa que me tortura fortemente
a dor que me corrói lentamente
 
No silêncio da minha noite
sonho sempre contigo
parar é que não consigo
hahahaha
até estou a rir de mim
mas o que se passa em mim
que só penso em ti

No silêncio da minha noite
 
No silêncio da minha noite
os teus olhos brilham como uma estrela
se pareces uma cinderela
convido-te a jantar em uma luz de vela
só você e eu minha pantera negra
No silêncio da minha noite
 
No silêncio da minha noite
és a luz que brilha a minha mente
para escrever essas palavras de forma consciente
não me chame de inteligente
porque escrevi p´ara ti com a inspiração de Deus, o omniciente
quando estava no silêncio da minha noite

Género: