Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Palavras nuas!

As margens que observo

esse teu universo

são simplesmente as suas

Minhas mãos desejaria

percorrer tua mansidão

Elas completamente cruas

Se me permitires, vou ousar

vou provocar em ti

os mais profundos suspiros, 

curando teu ser da solidão

Quero ouvir você compondo melodias

numa harmoniosa sinfonia

Estou faminto por ti

provar tua essência feminina

bebendo o sumo despudorado

o mais sagrado do teu ser

Mulher, desejo o teu tesão

(DiCello, 15/07/2020)

Género: