Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Paralela

Estou a caminhar agora…

Vagarosamente…

Estou a ir embora

Para longe da tua mente.

 

Porque sou apenas metade

Não me dou a ninguém

Que se amarra à vontade

De pertencer a alguém.

 

Sou os estilhaços da vida

Que se cravaram no meu ser.

Sou a tinta sumida

Das páginas que se negam ler.

 

Porque sou apenas o momento

E o viver é a minha cela

Onde não cabe o tempo

Da minha realidade paralela.

Género: