Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Pessoa

Pessoas. Pessoas. Pessoas.

Estranhas. As suas entranhas. Pessoas. Cubículo social em cada pessoa. Ninguém diz o que quer, ninguém soa ao quem soa.

 

Pessoas. Pessoa.

Sem asas a galinha não voa.

Se tem asas, porque não voa essa pessoa?

 

Porque não voam pessoas? Porque é que a minha pessoa não voa? Porque é que o soldadinho não prega na testa a lealdade que demonstra e apregoa?

Porque é que nos afastamos tanto da nossa pessoa? Porque é que tento ser algo que não sou? Outra pessoa?

 

Pessoas. Pessoas. Pessoas.

Porque deixamos a nossa mente á toa? Porque não sou o que sou, como pessoa? Porque tenho vontade de mostrar

a minha pessoa? Porque nos vendemos

a alguém que nos guia, á toa?

 

Pessoa. Pessoas. Pessoas.

Género: 

Comentários

Uauuuu... Estou aqui me vendo em sua pessoa.

Nossa! "Porque não sou eu, a mesma pessoa? Fico sorrindo à toa, quando leio poemas desta pessoa"!

Madalena Cordeiro

Abraços lindo poema!