Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Quase Outono...

Quase Outono e o dia ali esquecido, paralisado e distraído
Quase silêncio e um lamento estático tinindo numa hora abstraída
Quase saudade esta memória perdida num cativo eco obscurecido
 
Quase insuperável brilha aquela luminescência feliz e absolvida
Quase um sonho pousando numa apaziguante solidão expedida
Quase uma lembrança abalroando esta faminta emoção redimida
 
Quase Outono e o tempo desenhando um versátil sussurro repelido
Quase transborda um afago confinado a este silêncio estarrecido
Quase um adeus serpenteando o ritmo de cada verso tão foragido
 
FC
Género: 

Comentários

PARABÉNS, É MUITO LINDO O TEXTO!