Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A Queda de Narciso

O esporo da beleza soprado em sua face

Foi levado pelo vento que o mesmo trouxe.

As luxuosas vestes que coroavam seus caminhos

O deixaram nu por dentro.

Desolado, entrou em seu casco inútil

Mantendo o sorriso dos que mereciam.

Foi levado por Morfeu

Para o pior de seus castigos:

Conhecer seus próprios sonhos.

 

Não era o seu fim

Mas desejou que fosse.

 

Género: