Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Renasça!

Irei te dizer somente o básico:
Levar-te as nuvens lá de cima
Sem asas no teu voo trágico,
Então o corvo bica tua cinza.
 
Cremará no vento o ego,
Dando o funeral de alegria.
Renascendo o processo
De uma nova vida, um dia.

Acorde dos lençóis,
Liberte-se da castrada moral,
Basta pescar teus anzóis,
Puxando-os do sono eternal.

Velarize o som do espírito,
Velando o tímpano agudo,
Enterrando teu suplício
Da sinfonia do velho mundo.

 

Género: