A Santidade Da Ignorância -The Holiness of ignorancel

 

A

discrepância de certos gestos paraliticos

Fazem o ballet do improvável,tornar-se uma ilusão

tão real,que a dúvida, prolifera n'uma velocidade contaminada

de irracionalidade,que sem  aparente explicação,coroa a ignorância...

Ignorância essa que nem sempre de "santa" nada tem.

 

Ronilda David/Loubah Sofia - Alma Feita De Ti

Fotografia: Galeria Olhares

Género: 

Comentários

Em seu poema me lembrei das palavras de Kundera quando disse que a ignorância não é desculpa para se ausentar das suas responsabilidades.

 

Estonteante poema o seu!

Olá!!!

Existem algumas coisas, em que eu faço questão de ser um ignorarante... Tem outras, em que eu sou ignorante, embora sinta uma certa pena e relutância...Outras, em que eu me considero um (quase) profundo conhecedor; são essas, que me mantêm na "estrada" até hoje, em busca de outras descobertas e/ou ignorâncias.

O seu poema é uma "porrada" (quase um vómito), no bom sentido...

Gostei.

Abraço poético!!! 

Susana Sousa's picture

poderá ser um amor vivido no subconsciente?

um poema com uma ideia muito bem representada metaforicamente. parabéns :)

susana g sousa