Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A SAUDADE A ENGRAVIDOU

Minha Poesia é bem singela
mas orgulhosa se envaideceu
hoje se debruça namorando à janela
caprichosa, de vento o coração encheu.
a saudade a engravidou
anda nua em liberdade e pureza
as cores ao arco-íris namorou
e ao verbo livre do pensar roubou beleza.

E eu me sinto nela como afluente
dum rio que corre ao mar
levo comigo saudades na corrente
e as lágrimas que não soube soltar.

Prestes a chegar à foz
sonho ainda a nascente
ouço duma flauta melodiosa a voz
doce afago da infância sempre presente.
brilham meus olhos de saudade
mas não se esgota a minha crença
e eu peço a Deus por piedade
nos proteja com sua bem querença.

Tem a tarde o sol-posto
tenho a Poesia no meu seio
nela ponho o gosto e o desgosto
esta do coração aos lábios me veio.

natalia nuno

poesia de 2010

Género: