Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Silêncio

Era pegar no silêncio e rasgá-lo
esmagá-lo contra uma parede
pisá-lo até ao último estilhaço...
Maldito silêncio!
Está cada vez mais ensurdecedor!
Abusador,
lentamente à minha volta,
pesado dentro de mim,
insuportável e invasor 
dentro da minha cabeça...
Dou voltas dentro do que sou
grito bem lá do fundo 
quem sabe o consiga espantar
mas a cabeça parece rebentar
e os gritos, até esses são mudos!
Aumento o volume da barulheira
para de alguma maneira 
o assustar e grito de novo
para o provocar...

SHIUUUU

Fico à espreita
à espera, 
fico quieta
e nada! Só silêncio!
uma vez mais, nada de novo,
só e inerte com o Maldito Silêncio

CFV

 

 

Género: