Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Sonho

Quando o Sol dá lugar ao Luar…

 

Uma voz que irrompe nascida da noite, da escuridão,

Que nos chama do sono de novo para a vida.

Uma imagem que é falsa mas que tem todo o sentido e razão,

Uma porta involuntária que tomara não tivesse saída.

 

O impossível volta a ser possível, o que já fora volta atrás,

Os mortos que morreram voltam, mais uma vez, a viver.

Um mundo paralelo, um tanto perfeito, e que sempre nos satisfaz,

Onde fazemos não o que “temos de” mas o que queremos fazer.

 

Um beijo, um abraço, um sorriso, algumas palavras e carinhos,

Andar numa terra onde nunca fomos num tal carro que nunca tivemos.

Onde os dias são longos e curtos são os caminhos,

Onde podemos ser aquilo que já fomos ou que nunca seremos.

 

Será apenas um sonho fantasiado ou será a realidade?

Talvez ninguém o possa dizer…

Algo passageiro ou um lugar onde passaríamos a eternidade,

A manhã, a obrigação de viver, sempre haverá de o interromper…

 

Apenas um sonho…

 

(11/04/2015 – 22:20)

Género: 
Você votou 'Não gosto'.