Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Sonhos ! São como nuvens...

    Sonhos! São como nuvens...

 

Gosto de olhar o céu! Ver nuvens brancas 

de algodão macio !Palácio de almas !

Descobrir as sombras que vão criando,

Com raios de luz que as vão trespassando !

 

Ora há cabrinhas, imensas! E alvas !

Ora há  princesas, chorando, cativas.

E monstros horrendos que as vão espiando.

Ou flores belas... se vão esculpindo !

 

Assim são os sonhos...tal qual as  nuvens!...

Nascem, são reais...parecem credíveis !

Mas o tempo diz que são perecíveis.

 

Se o vento sopra, desfazem-se as nuvens...

Troca-se o norte...muda-se o destino !...

Sonhos d' encantar...ficam sem sentido !...

 

Género: