Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

SUA MAGESTADE O PINHEIRO

VEJO TREMULAR EM MINHA FRENTE.

UM LINDO PINHEIRO!

IMPONENTE...

MAS UM HOMEM INDIFERENTE...

USANDO UMA SERRA ELÉTRICA!

CORTOU SEUS GALHOS, BEM RENTE!

MAS O PINHEIRO COITADO!

DECIDIU, QUE IRIA EM FRENTE.

EM MEIO AO BURBURINHO DA CIDADE.

ELE VALENTE!

FEZ BROTAR NOVAMENTE, SEUS GALHOS.

QUE  HOMEM HAVIA  ARRANCADO.

PENSANDO PROTEGER, O AMBIENTE!

E O PINHEIRO, INDIFERENTE.

SEGUIU A CRESCER CONTENTE!

DERROTOU O HOMEM NA TERRA!

HOJE EU O VEJO ALI.

MAGESTOSO!

COM TODOS OS SEUS LINDOS GALHOS!

 SIGO FELIZ MEU CAMINHO!

DESEJANDO SER, COMO ELE.

VENCEDOR EM SUA GUERRA!

ENTRE O HOMEM, E A MOTOSERRA. 

ARLETE KLENS

Género: