Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Tu ...

 

Deixa-me dizer-te que penso em ti.
Que cada hora que passa me devora
Porque não estás aqui.
 
Deixa-me lembrar-te que gosto,
Que sinto.
 
Permite-me beijar-te uma vez,
Sem entrar em mais um labirinto.
 
Eu sempre tive calma,
Eu nunca fui corpo,
Eu sou apenas alma.
E tu sabes…
 
Tu sentes que eu sinto,
Mas não sentes o mesmo.
Tu não…
Tu não me olhas?
 
Tu não sentes o bater do meu coração?
Conta, porra, conta!
Conta as vezes que te dei uma palavra!
Conta também as vezes que sorri!
 
Será que não vês?
Eu sempre senti!
Não, eu não sou um espelho.
Não consigo ser quem não sou.
 
O que te deram um dia,
Não é o mesmo que te dou.
Lamento não poder ser mais,
Lamento não poder tocar-te.
Lamento não poder dizer,
O quanto quero beijar-te.
Eu não posso!
 
Tu não queres, não desejas.
Mas eu vou estar sempre aqui.
Onde quer que estejas.
Porque eu sou fraca,
Sou rainha sem trono,
Entregue ao abandono...
 
Género: