Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Tudo bem!

Meu bem, esqueça o que dizem

Não existe verdade absoluta

Absoluta és somente tu,

Nos domínios de meu coração.

Meu bem, não tenhas medo

As certezas não são certas,

Mas decerto que te amo.

E dizem muitos, que o amor mata o poeta

Mas cá estou, vivo

E não só vivo, me sinto vivo

Por dentro.

Meu bem, não te apavores

A única coisa que busco é teu sorriso

Teu riso,

E o teu sorriso é o meu sorriso,

O teu sonhar é o meu abrigo,

O teu viver, meu paraíso.

Género: