Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Vidros

E com o passar do tempo

Vão se diluindo no descontento

Essas saudades de outrora.

São formas inflamáveis da aurora

Que nos vestem e nos lembram das horas

Tão curtas que passamos juntos.

 

Capitães errantes do mundo

Velejamos até a despedida

Diferentes de todas as outras.

É que no plano etéreo profundo

Existências se quebram - ardidas

Estilhaçando lembranças tolas.

 

Veja mais em: https://clubedeautores.com.br/livro/flores-viscerais

Género: 
Você votou 'Gosto'.