Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Viril no Feminino

Definem-se sentimentos momentâneos em tantas e tão fortes ondulações sonoras e coloridas ….

Ao de leve vão banhando meus pés femininos em alicerces esvoaçantes implacáveis de uma infinita profundidade
tolerante……de uma

Quão escandalosa quase criminosa ternura é manifestamente escamoteada

Posturas de quem quer perpetuar um chão antigo tropeçando em ossadas que se erguem em fendas colossais… .

Terramotos de luz rompem por entre invernosas portadas em tantas contrariedades nunca legitimadas

Ah… …como é limpa generosa e doce a minha essência estrangulada……

Em garrotes de um amor laminado e em guilhotinas degolado….. Mas vai brilhando sempre como trigo de oiro peneirado em eiras hostis de vento norte…..

Em mil sois que nunca se porão.

Regina Pereira

3 de Junho de 2014

Género: 
Você votou 'Não gosto'.