Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

fado

Oh! Jesus! Por nossos pecados, os de nossos pais, irmãos e amigos, e pelos do mundo inteiro:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelas infidelidades e sacrilégios, pelos ódios e rancores:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelas blasfémias; pela profanação dos dias santos:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelas impurezas e escândalos:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelos furtos e injustiças, pelas debilidades e respeitos humanos:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelas desobediências a Santa Igreja:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelos crimes dos esposos, as negligências dos pais e as faltas dos filhos:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelos atentados contra o Romano Pontífice:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelas perseguições levantadas contra os bispos, sacerdotes, religiosos e sagradas virgens:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelos insultos a vossas imagens, profanação dos templos, abuso dos Sacramentos e ultrajes ao Augusto Tabernáculo:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelos crimes da imprensa ímpia e blasfema, e pelas horrendas maquinações das seitas tenebrosas:
Perdão, Senhor, perdão. 
Pelos justos que vacilam, pelos pecadores que resistem a graça, e por todos os que sofrem: Piedade, Senhor, piedade!

Perdão, Senhor, e piedade pelo mais necessitado de vossa graça; que a luz de vossos divinos olhos não se aparte jamais de nós; perdão pelos nossos inconstantes corações; dai-nos a sentir algo do calor divino de vosso peito, e que nossas almas se derretam de amor e arrependimento. Amem Maria Carmo

Género: 
Declamador: