Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A toalha que eu bordei

 Eu bordei uma toalha para o altar do Senhor

Em cada ponto que eu dava eu sentia um grande amor.

A toalha foi bordada com linhas feitas de luz

Tiradas do meu peito com a ajuda de Jesus

 

Entreguei a linda toalha a Virgem Santa Maria

Para a por no altar do seu Filho noite e dia

Depois da toalha estendida  sobre o altar de Jesus

Na estrela que eu bordei resplandecia uma linda luz

 

A Virgem Santa Maria ficou muito admirada

Ao ver a linda toalha cheia de Anjos coroada

eram tantas as espigas que os anjinhos tinham na mão pois cada espiga de trigo representa  a Sagrada  Comunhão

Despedi-me de Jesus e da Virgem Santa Maria pus as  mãos sobre a toalha e chorei de alegria

 E na linda capelinha a linda toalha deixei

Ate os sinos tocaram de alegria e eu cantei

 

Enquanto eu bordei a toalha para o altar de Jesus a Ele pedi por todos nós que nos guiasse com a sua Santa Luz Amem. Autora  Maria Carmo

Género: 
Declamador: