Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A tua saia de roda

   Eu tinha uma lambreta

Pintadinha de vermelho

Quando eu andava nela

Só olhava para o espelho.

Vocês querem lá saber

O que me aconteceu

Ao passar por uma cova

Arrebentou o pneu

Então eu compus o pneu

Da minha lambreta

E lá fui passear

Com a amiga Julieta.

Assim pus o capacete

Muito bem apertadinho

Mas que chato que foi

estragou-me o penteadinho

Enquanto a fita passava

Pensava na lambreta. E assim voltamos para casa  na minha linda lambreta

Maria Carmo Autora

Género: