RECORDAÇÃO

RECORDAÇÃO

É triste mas, é amor. A menina era zuada na escola.

Uma vez, ela pediu à Deus. Eu queria  tanto ser respeitada na escola.

Ajoelhando no chão, uma grande luz apareceu nos olhos dela. "Ela pediu à Deus. Eu queria tanto ser respetada na escola". Deus! Eu vou dormir, e espero que amanhã eu acordo linda e radiante. E também receber o carinho da família. Deus! Eu gostava tanto de uma pessoa; eu queria tanto vê-la de novo! Quem sabe  um dia. Essa pessoa é minha prima, mas, ela está com Deus. E já faz muito tempo. Ela foi morta pela própria mãe.

Tenho 10 anos, mas, já carrego um grande peso no meu coração.

Então está aí, a minha intimidade  com o Senhor, ó Deus!

Agora vou domir. Amanhã, eu conto mais alguns sentimentos ao Senhor ó Deus!

Ajuda-me até ao romper da manhã. E, por toda a minha vida.

   

                                                                  Ítala (A Borboleta Azul)

Eu a dei este Pseudônimo...

A Borboleta Azul-Madalena cordeiro

Género: 

Comentários

Eu estou chocada com o texto desta menina. Ela sofre muito na escola e com a família. A mãe dela não pode ir na escola, senão o sofrimento dela é maior. Por quê? Porque a mãe é de uma aparência estranha. E sempre que a mãe aparece, porque é chamada pela escola, o sofrimento da menina é maior. Os colegas abusam, os professores também. A menina esteve comigo a tratei com muito carinho e mostrei os meus livros e ela ficou maravilhada com os meus livros. E, pediu-me uma caneta e disse: tia me dá uma caneta e um papel deixa eu jogar um pouco da minha tristeza no papel. Eu a dei. E, ela desabafou com este maravilhoso texto. Como ela disse: "Tenho 10 anos e já carrego grande peso no meu coração". Madalena Cordeiro.