Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Batimentos sem compasso!

Eu poeta, te trago em mim

em meus pensamentos absurdos e prolixos

Não queria pensar mais, desejaria sim

ouvir tua voz chamando o meu nome

com aquele carinho que sempre tivemos

desde o primeiro momento

Quando nossos olhares se cruzaram

pelos caminhos desta vida

E, quando, enfim os lábios se tocaram

libertou-nos incríveis delírios

Desejos e um frenesi indescritível

Só de lembrar, um tsunami de arrepios

me deixa a flor da pele... minh’alma carece

assim, como meu corpo sente falta

sente um vazio... me sinto oco

Meu coração quase para de pulsar

Assim, escrevo poesias para diminuir

todos esses sentimentos

Basta-me!!! Não quero mais pensar

(DiCello, 25/06/2020)

Género: 
Você votou 'Gosto'.

Comentários

Parabéns ao poeta "Fonte de Letras"!

Eu te admiro muito!

Tenho muito carinho pelo seu trabalho, a sua intimidades com as letras. Elas descem sobre você como chuva de arroz.

PARABÉNS!

agradeço seus comentários.

 

beijo no coração