Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Suspiro

Suspiro

 

E que a dor que nos uniu, perdure.

Pois se matou, mantém viva a nossa chama.

Admira-me a tua dor, a tua força.

O teu jardim de negros ciprestes perfumados.

Que eu não consiga já viver sem ti,

Que a morte sem ti a meu lado, me tormenta.

E quero-te no meu último suspiro.

Género: 

Comentários

Suspiros, suspiros, antes que seja o ultimo

que assim perdure na sua linda poesia

Meus aplausos

FC