Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

É DE VERA OU DEVERAS...?

É DE VERA OU DEVERAS...?
 
No mundo  além do que eu vivo
Tudo tem significado
Sem significância
Quando o que você tenta explicar
É insignificante
Quanto mais você se explica
Mais se complica
Quando quiser mostrar a verdade
É só ser verdadeiro
Não precisa sair por aí se mostrando
A verdade quando é mostrada
Deixa de ser um sujeito
Pra ser predicado, complemento
Da verossimilhança da verdade
que se quer mostrar
A mentira está estampada na cara
Nem precisa ser descarado pra ser
Desmascarado
Os olhos denunciam
A boca treme
A testa intumesce
A mentira é descoberta
Tudo fica de novo às claras
Sem subterfúgios
Sem motivos pra fugir
Quem sabe apenas usar a verdade
Pra ser verdadeiramente, verdadeiro
É de vera? Ou deveras...
 
(Vera Helena)
Vitória/ES – Em 28/10/2013 - 

Género: