Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Como se fosse a despedida

Deixa-me abraçar-te e ficar

Ficar como se fosse a última vez

Parar o tempo, viver o momento

Porque doi a sensação de perder,

Perder quando se quer ter?

Beija-me como se fosse a despedida

Porque sou uma alma perdida

Porque amo perdidamente

Mas vivo em ansiedade

Não sei apreciar a felicidade

Deixa-me sentir o calor do teu abraço

Quente como as palavras que saem de ti

Deixa-me sonhar, já que não posso acreditar

Deixa-me perder em ti,

Já que não sei me encontrar

 

Mónica Silva

Género: 

Comentários

Sentimentos profundos, com muito boa expressão!

Continua.... força poetisa!

João Murty

Muito obrigada pelas suas palavras João Murty.

Volte sempre.

:)

Deixa eu ler os seus poemas... Deixa-me esquecer meu dilema!

Parabéns poetisa!

Beijos!

 

Obrigada pelas palavras Madalena.

Volte sempre. Boas leituras

Beijinho