Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

MÃOS MÁGICAS, AS TUAS!

O meu amor(Maria Bhetânia e Alcione)

As tuas mãos são beijos do rio

que invadem as encostas do meu corpo.

Veneram-me as formas

percorrendo-as lentamente.



Acariciam-me

os pés, o regaço e até, as curvas indecentes.

Exploram os recônditos mais íntimos.

Subtilmente.

Devagar;

que nem língua competente de fiel e viril amante.



As tuas mãos.

Entremeiam beijos com doces murmúrios

sussurrados ao ouvido.



E assim me deixam:

Sequiosa de Ti,

Suspirando,

Ardendo por dentro.



Não tardes meu amor!

Sou tua.





© Paula Pedro // Pamarepe Blogue (Facebook page)

pamarepe.wordpress.com

 

Fonte: https://pamarepe.wordpress.com/2016/05/22/poeta-me-poetas-5-maos-magicas-as-tuas/

Género: 

Comentários

...mãos seduzem....mãos consomem...

mãos percorrem mansuetudes divinas... mãos

sim, apenas elas tem a capacidade de arrepiar-nos

elevar nossos desejos... nossa volúpia...

mãos tem poderes infinitos...elas empunham lápis

canetas... juntamente com os dedos, teclam

seduzem além de corpos... inflamam as palavras

as quais traduzem sentimentos.... sensações

mãos que viajam por corpos pela eternidade

Mãos...as tuas, as minhas... as nossas entrelaçam-se

sublimemente se consomem... mãos quero-as

com volúpia... cheias de verdades... mãos

(DiCello, 08/07/2016) 

Muito obrigada pelo seu comentário, na forma de um lindo poema, também ele dedicado às mãos.

Amei, DiCello poeta.

 

"Éfemero,

é quase tudo.

Menos esta urgência de viver 

pelas palavras,

que me brotam das mãos".

 

© Paula Pedro

 

In: http://pensador.uol.com.br/frase/MTk3MTI5Nw/

 

 

Carlos Drummond de Andrade - Mãos Dadas

 

 

Mãos que procuram curvas escondidas. Mãos que invadem com ousadia atrevida, passam por lugares proibidos... Mãos atrevidas, mas enquanto elas deslizam lentamente, os arrepios corre livremente e o casal murmuram docemente, até que o bom da vida acontece. Chegam juntos em um orgasmos.

Abraços!

M.C.R........ 08/07/2016.

Vai lê meu poema erótico "MELÔ DO AMOR" com uma bela música também e depois me diz o que achou... É de arrepiar! Eu mulher com  M maiúsculo, à flor da pele, vou ouvindo a música e deixando me levar. Desperto-me lá no final  do setido do corpo...

Abraços!

M.C.R.......08/07/2016

Muito obrigada pelo comentário anterior. 

Vou ler e comentar o seu poema "MELÔ DO AMOR"

Beijinhos :)

Paula Pedro

Belo, profundo e encantador poema! Parabéns!

Fico feliz por ter apreciado o meu poema.

Beijinhos :)

Paula Pedro