Para onde.

             Onde minha alegria está?

            Eu pergunto e ninguém responde

            O meu vestido de tafetá

            Me diga onde?

 

           Olho os cantos, olho o céu

          Percorro o caminho inverso

          Tão distante há um véu

           Cobrindo todo o universo.

  

            Abraço o vento

            Sinto o orvalho da manhã

            O poema que invento

            O perfume das flores e, das maçãs.

 

    Nereide

 

 

 

Género: 
Você votou 'Não gosto'.

Comentários

Lindo sentimento

Entre o perfume das maças 

 

beijos poetisa Nereide

Gratidão  querida amiga Isabel .

Bjs poéticos!