PEDAÇOS DE LETRAS

Nesta noite fria fiquei a gelar sem ti
Senti-me vazia pressa na escuridão
A falta do teu calor do toque das tuas mãos
Que me leva a viajar para longe
Escuto uma melodia doce da chuva
Embalando-me e levando-me em direção a ti
Encontro os pedaços de letras
Escondidas guardadas no sótão
Uma palavra, uma foto, uma verdade
Um sentimento guardado de amor 
Que foi e já não é, guardei, rabisquei
Esqueci, sofri, guardado calado
O tempo apagou o que foi já não é
Lembrança que ficou, escrevi e não apagou
No sótão guardei pedaços de letras escritas ao vento.!
Género: 
Você votou 'Não gosto'.

Comentários

Nobre Isabel
Teu poema é de uma sentimentalidade. Genuina. Lirismo e beleza
Parabéns

Tomara que tuas noites se aqueçam

E te façam esquecer dessas noites frias