Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

As ruivas

As ruivas
 
Oh ruivas sensuais e delirantes! 
Que em gozo da erupção aos seus desejos,
Os cabelos compridos nos ensejos
São molhados, bonitos e excitantes.
 
Oh ruivas molhadíssimas e amantes!
Nuas, belas e intensas sobre os beijos,
Duas danças carnais, nada de pejos... 
Os lábios tão vermelhos e tocantes.
 
Oh ruivas sedutoras e molhadas!
O corpo sexual e perfumoso,
As carícias dengosas e coladas.
 
O seu leite pingado ao belo seio,
Esse toque apertado e prazeroso, 
Pois cheio do desejo, é o puro anseio!
 
Lucas Munhoz - 15/03/2015
Género: 

Comentários

atributos, que outras além das ruivas, têm certamente.

 

É sempre um prazer encontrar sonetos heróicos

devidamente elaborados.

 

Muito Bem!

1 abraç0o!

_Abílio;

Óh as morenas!

As loiras, 

As dozelas!

Todas elas.

Tão amantes

Todas belas!

 

Arlete

Maravilhoso seu poema, abraços.