Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Sonho delirante

Sonhei com você, 
logo eu que não sonho
esse tipo de delírio
sonhei com seu beijo
Nossos lábios
As nossas bocas num intenso, 
Num imenso delírio
Tão sublime e fugaz
Um frenesi tomou-nos
Abraçou nossos corpos
Uniu nossas almas
Deve ser por isso
Esse é o motivo do sonho
Pude sentir o calor
O ardo delirantes
A nudez mais ‘caliente’
Numa união embriagante
Essa é a motivação
Deste meu sonhar
Quando acordei, despertei
teu cheiro, o gosto, estava em mim
senti o todo arrepiar
Quão profano este sentimento
Uma voraz sensação 
Minha tentação é você
Queria agora, aqui
Sentindo o coração acelerar
O corpo exitado vibrar
(DiCello, 11/12/2019)
Género: