Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Temporalmente

Que foi do tempo que em nós viveu, que nos fez viver, acordados, até ao adormecer;
Dos dias temporalmente definidos aos de indefinição de tempo?
Um tempo que se assiste e se vai vivendo
em alturas, mais escuras, numa propagação de sentimento.

Género: 

Comentários

Este tempo fugidio que nos escapa e nos toma a vida,

A cada simples instante de cada momento maravilhoso

Que rouba a animação da vida e deixa a frustração do eterno vazio!

A vida foge do olhar. Restam as memórias e boas palavras! :)