Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

truvao

Claro e místico trovão

Aqui em fortaleza o trovão castiga.

Cidade erguida pela força de um súbito clarão

Incomparável e distante.

O medo assola as retinas vítreas.

O que pensam essas mulheres fortes, cativadas pelo loiro viking?

Novidades num nordeste incandescente e seco,

Onde miséria as fez fortes.

para Odin, cujo reino asgardiano é opulência,

Surge o semideus em nórdicos trovões e relâmpagos.

São sons de novidades e de vida,

Pois já nasce meu filho na fartura. E o batizo de Thor.  

 

 

 

Género: