Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

A vida é este bailado

Não sei se hei-de rir ou chorar
Nem sei se esta saudade é loucura
Saudade duma história secular
Que é sonho, dor e ventura.

Percorro minhas folhas escritas
Tenho andado feita louca
Tantas lembranças bonitas
São agora coisa pouca.

Lembranças são folhas de hera
Que a mim se enlearam saudosas
Amores trazidos da Primavera
Folhas em danças voluptuosas.

São doce prazer que me embriaga
Me fazem reviver com emoção
Lembrança que a memória me afaga
Quimeras, esperanças e ilusão.

A vida é este bailado
Ora festivo, ora de dor
Um dia é dia de noivado
Outro dia ?!
De entregar a alma ao Criador.

natalia nuno
este poema é de 2008, um amigo o partilhou no Face e assim o recordei de novo...

Género: 

Comentários

Bonito poema, certas memórias têm o dom de nos reconfortarem, mas quando nos damos conta que são apenas lembranças...