Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

VOU EMBORA

                                        VOU EMBORA

Alô! Pessoal!

                             Vou falar de um assunto pessoal...

                        Vou embora, não dá mais pra ficar...

                              Com a solidão à maltratar.

                  Vou sem saber onde ir, só sei que vou partir!

Duas peças de roupas é o suficiente, pra enfrentar o sol quente!

     Não sei onde vou parar, porque também não pretendo voltar!

               Se é assim o meu viver... É melhor morrer!

                         Não sei pra que fui nascer!

                  Chega de sacrifício! Vou deixar disso!

             Preciso de alguém... E não tenho ninguém!

                        Se tenho é só pensamento!

    É como o vento! Passa refresca e continua o tormento!

Fica o meu abraço, pra quem ler... E o meu beijo pra quem comentar!

                Essa dura caminhada, que vou enfrentar!

                           Adeus! Ficam com Deus!

 

Autora: Madalena Cordeiro

Género: 

Comentários

Não adianta fingir, tenho que agir! Fingir que tá tudo bem, mas não tenho ninguém! Pra me fazer um cafuné, me cheirar e eu sentir uma mulher!

Aquelas mordidinhas nas orelhas! Meu Deus não posso mais ficar no zero!

Eu quero! 

tudo é passivel de ser um ato solitário
quer no dia a dia, quer no ato criativo, quer na emoção...
fundamental é nunca nos sentirmos isolados do mundo.

Saudações!
_Abilio

Obrigada! Abilio pelo comentário!

Abraço bjsss

 

ACHO QUE TODOS NÓS TEMOS NOSSOS MOMENTOS DE TRISTEZA E SOLIDÃO, QUANDO ACHAMOS QUE ESTAMOS SOZINOS (DEUS ESTÁ SEMPRE CONOSCO ATRAVÉS DOS ANJOS). AS VEZES TRANSFORMAMOS ISSO EM POESIA OU OUTRA ARTE QUELQUER, E ISSO É QUE É IMPORTANTE.

p/Valdemi cavalcante...Belas as tuas palavras!

SEMPRE O SILÊNCIO NA TUA VIDA. COMO TE VEJO. OBRIGADO.

BJ.

"Se muitos soubessem  o  peso das palavras, escolheriam  o silêncio"!

Madalena Cordeiro

Obrigada AMANDU! 

Por favor! quando for,

se for, me mande o endereço.

Mandarei uma flôr. bjão

MANDE UMA FLOR CONCEIÇÃO...PRA ALEGRAR MEU CORAÇÃO!

PORQUE VOU PARA O SERTÃO!!!

ABRAÇOS!

PERDOAR-TE DE QUÊ¿

 

Belas foram

Tuas palavras...

Perdoar-te o quê¿

Os desejos são coisas

Apetecíveis ao coração...

E os nossos quereres

A nossa ambição¿

Ah! Como seria bom

Adormecer nos teus braços

Olhar-te com meus olhos baços

Mas olho os meus traços

Que a morte há-de levar!

Sou velho e acabado

E para além de apaixonado

Pertenço a alguém

Não sou de mim mesmo!

Mas que há no coração

Razão que se desconhece

Lá isso há!

Ezequiel, que lindo!

Obrigada!

 

TADINHA, FICA ASSIM NÃO.

LOGO ALGUEM CHEGA PRA TE FAZER CAFUNÉ.

TE LAVAR O PÉ.

TE BEIJAR E TE AMAR.

NÃO IMPORTA O LUGAR.

BJS - OBS O DUETO ESTÁ PRONTO ONDE MANDO? BJS  

Espero alguém pra me fazer um cafuné, me cobrir de beijos fazer-me gemer! Aquele ai que não de dor, mas é de amor! Aiiiiiiiii....aaamor!!!

se fôr, deixe ficar um verso,

não importa se for transverso,

por certo iluminará meu universo!

Emanuel Mourão... Obrigada pela visita e comentário!

"Eu quero iluminr teu universo"!

Meu paraíso em verso.

Minha canção de verão.

Meu acorde no violão.

Cardiololgista do meu coração.

Minha esperaça que não é em vão"

Madalena Cordeiro.