Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Ribeirinha grande

 
 
Junto à ribeirinha grande
Vive um casal de velhinhos,
Tão felizes, tão contentes,
Vivem cheios de carinhos.
 
De manhã vão para o campo,
Buscar couves para o caldinho,
Depois dão comida ao gado
E vão à adega buscar o vinho.
 
Vão para a mesa comer o caldo
E beber o seu copinho,
E não falta lá no prato
Um pedaço de toucinho.
 
À tarde vão para o campo
Tratar da agricultura,
À noite vão-se deitar
No seu leito de ternura.
 
Aos Domingos vão à missa
A Deus eles vão pedir
Para quando Deus os chamar,
No Céu os unir.
 
O cãozinho e o gatinho 
vivem todos concerteza
Vivem todos tão contentes
Na humilde casa portuguesa.
Viva, viva Portugal,
Vivam os nossos velhinhos
Que nunca fizeram mal
E a todos dão carinhos
 
Género: