Mulher

 

Quantas peles te vestem,
quantas vidas tem a tua vida,
quantas vezes morreste e foste renascida,
pela força do teu ser...

Ninguém te conhece ao certo,
só tu sabes quem és,
o mundo que não te entende,
adormece aos teus pés...

Vives num tempo que é teu,
emprestas ao dia as horas,
às noites dás os minutos,
embrulhado nas auroras...

Quanto de ti é pecado,
quanto de ti é salvação,
entre Deus e o Diabo,
vive o teu coração...

Agasalhas no teu peito,
a verdade e a esperança,
que te escorrem pelas mãos,
e ferem como uma lança...

Amas o que é difícil de amar,
porque só tu conheces o amor,
ele alegra-se em teu corpo,
e na tua alma chora de dor...

"Ártemis "

Género: 

Comentários

Ely Paiva's picture

bixinha

tu é boa nisso!

parabésns não só por esse, mas por outros 

que adorei quanto!

Obrigado pelas tuas palavras, e obrigado por ler-me!

Abraço

Ártemis

Mais um lindo poema!

Uma pequena homenagem a todas nós...que temos orgulho em sermos mulheres!

obrigada por me ler...

beijo

Ártemas

FERNANDO ANTÔNIO FONSECA's picture

Poema lindo como a flôr!...

Fernando.