Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Amor

Divino...

Por vezes parece coisa do diabo,
este amor divino,
que enganou o destino,
e chegou a mim,
desconjurando a pele,
e entrando fiel,
no meu peito por fim...
Ele é a minha cruz,
que encanta e seduz,
o meu corpo ruim,
deixando-o nas malhas,
das vontades canalhas,
que nascem de mim...

Para ti criança Autora Maria Carmo

criança é como uma flor
Que aos poucos vai abrindo,
Assim ela vai crescendo
E para nós vai sorrindo.
Sorri com alegria,
Sorri com ternura,
Quando nos dá um beijinho
Ai! Mas que grande doçura!
Toda a criança
que está no mundo,
Por Deus seja abençoada,
Para que um dia já adulta,
Todo o próximo a trate bem
E que ela todos trate bem também.
A criança é pura e bela
Toda ela é Inocência.
Elas precisam dos adultos,

Pages