Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer participar nas nossas Antologias? Clique aqui.

os cardos da memória

deposito a razão no cerne da alma para robustecer os sonhos que inventei; para expandir os meus langorosos momentos; para compor uma poesia que consagre o meu historial.

Género: