Concursos

  Quer publicar o seu livro de Poesia? Clique aqui.

  Quer partcipar nas nossas Antologias? Clique aqui.

Paixão

Espero por ti (2)

Espero por ti (2)

Estou sentado junto da nossa fonte, as cegonhas voam alto e olham para mim, estranham porque estou só, espero por ti.

Os pássaros voam apressados para construir os seus ninhos e já não olham para mim, preciso sair daqui, espero por ti.

Estou morrendo lentamente sentado junto da nossa fonte, não tenho sede, espero por ti.

Passam por mim carros e pessoas apressadas, espero por ti.

Vem o vento e o sol que queimam o meu tempo, espero por ti…

10:58

28/04/2018

MS

Paixão

Paixão

Sinto o fogo que arde dentro do meu peito, é uma chama de luz vermelha que tudo acende dentro de mim.

No meu corpo arde o sangue que corre dentro das minhas veias, tudo vai ardendo lentamente... e a paixão cresce dentro do meu coração.

18:08

26/04/2018

MS

Os teus olhos falam

Os teus olhos falam

Os teus olhos falam quando as coisas escurecem, a lua não brilha e o teu coração não sonha.

Os teus olhos falam quando o teu perfume não invade o céu, o vento não canta e o teu peito não aquece o meu.

Os teus olhos falam quando a tua alma chora, as tuas mãos não procuram as minhas e o teu coração gela.

Os teus olhos falam porque todas as nossas ilusões se misturam com a água do mar e os nossos sonhos vivem em mundos separados.

Os teus olhos falam…

14:22

19/04/2018

MS

De que vale tudo...

De que vale ver a água fria dos ribeiros se não a bebermos?

De que vale ouvir os pássaros pela manhã se eles não conseguirem voar?

De que vale ouvir o vento se não o sentirmos?

De que vale caminhar na areia da praia sem ouvir o som do mar?

De que vale ver o mar sem ver a cor dos peixes?

De que vale ouvir o vento sem caçar as velas?

De que vale ouvir a tua voz sem ver o teu sorriso?

De que vale ver o teu corpo se as minhas mãos não o reconhecerem de olhos fechados?

De que vale ver os teus olhos sem ler a tua alma?

Acende a Luz

Acende a Luz

Agora vivo na outra parte do mundo... A parte escura... só os teus olhos podem acender a luz, só a tua boca pode abrir a minha, só o teu corpo pode despertar o meu, só o teu sorriso pode fazer o meu... as palavras que te digo estão a flutuar na minha alma e acorrentam o meu corpo... acende a luz.

MS

15:27

18/04/2018

Magnólia Rosa - 2

Magnólia Rosa (2)

Oiço o cantar das milheirinhas… lembro-me que se aproxima a Primavera, contudo estou só.

Estou sentado na minha cadeira, olho para o pátio e reparo numa magnólia que cresce verticalmente, como uma vara, uma cana da India.

Ela faz isso apenas porque procura o Sol, porque quer sobreviver.

Ela cresce sem copa para não morrer. Parece um pau desnudado, magro, esfomeado…, mas milagrosamente deu lindas flores de cor rosa melissa! Que tu, meu amor, tão bem conheces.

Caminha Comigo

Caminha Comigo

 

Caminha comigo entre as nuvens de uma multidão deserta para vermos as aves do mar e podermos posar na nossa praia deserta.

 

Caminha comigo sobre o olhar atento do sol enquanto vemos o azul do mar e nos abraçamos numa imensidão de dunas sem fim.

 

Caminha comigo na serra até chegarmos ao mais alto cume para vermos a floresta de Quiaios que abraça o nosso infindável oceano.

 

Caminha comigo por todas as estradas sem fim como sem fim são os meus sonhos.

 

12:40

17/04/2018

Sofrimento

Vôo. Estendo as mãos, às dores deste cansaço. Impulsiono-me. Cada vez mais regresso aos questionamentos, sem respostas, neste caminho, "só". Lanço às sombras, minha sede, minha fome, meu querer sem saber. Ansiando uma parte de mim aos olhos do redentor. Ah praga... Ah dor... Ah sofrer. Almejaria soltar-me em um lugar qualquer, a que o novo dê-me sustentação, ar, alívio. Não dor, não condenação. Cinjo minhas esquecidas mãos, meus reais sentimentos, meus verdadeiros pensamentos, e os meus preceitos, e nos meus acertos, encontrar-me-ei num equilíbrio.

Beija-me

Beija-me.
Beija-me quando estiveres só como se os teus lábios tivessem uma boca colorida de noite escura.
Beija-me com palavras de loucura que recusam o meu sofrimento.
Beija-me de dia e de noite contra todos os muros de tristeza para que a lua me faça sonhar.
Beija-me.

10:50
13/04/2018
MS

Só, espero pelas tuas mãos e anseio pelo teu toque meu amor.

O tempo passa, os rios correm devagar e eu preciso das tuas mãos.

Tu ainda és minha, preciso das tuas mãos mas o tempo e a água do nosso rio continuam a passar lentamente e as tuas mãos tardam em chegar.

Estou só, o tempo passa devagar, anseio pelo teu corpo...

O rio continua a correr para os braços abertos do mar enquanto espero por ti e o tempo teima em não chegar.

11:10
12/04/2018
Condeixa
MS

Pages