Últimos

Autor Título Género

Amar é ultrapassarmo-nos.

Amar é ultrapassarmo-nos.
10/11/2012 - 01:53Oscar Wilde
PoemaLeituras: 3,055Com: 1

Ninguém é sério aos 17 anos.

Ninguém é sério aos 17 anos.
10/11/2012 - 01:50Rimbaud
PoemaLeituras: 1,798Com: 0

Jurando de não Mais em Outra Ver-me

Como quando do mar tempestuoso O marinheiro todo trabalhado,
10/11/2012 - 01:23Luís de Camões
PoemaLeituras: 1,585Com: 0

És dos Céus o Composto Mais Brilhante

Marília, nos teus olhos buliçosos Os Amores gentis seu facho acendem;
10/11/2012 - 01:06Bocage
PoemaLeituras: 2,102Com: 0

Tibio o sol entre as nuvens do occidente

Tibio o sol entre as nuvens do occidente,
10/11/2012 - 00:28Alexandre Herculano
PoemaLeituras: 1,290Com: 0

CONSCIENCIA

      Para um homem que aspira       Ao ideal da Belleza,
10/11/2012 - 00:18Manuel de Arriaga
PoemaLeituras: 1,338Com: 0

HYMNO AO SOL

Vous prêtres! qui murmurez, vous portez ses signes sur tout votre
10/11/2012 - 00:07Gomes Leal
PoemaLeituras: 1,385Com: 0

Eu poucas vezes canto os casos melancolicos...

Eu poucas vezes canto os casos melancolicos,
10/11/2012 - 00:03Guilherme de Azevedo
PoemaLeituras: 1,384Com: 0

O QUE EU VI

      Sahi um dia a contemplar o mundo,
10/11/2012 - 00:03Manuel de Arriaga
PoemaLeituras: 1,467Com: 0

Profissão de fé

Não vão pensar que a minha musa seja Alguma apparição allucinante
09/11/2012 - 23:58Augusto Gil
PoemaLeituras: 1,961Com: 0

I

Num vozear estridulo e vibrante,     Irrompe a multidão:
09/11/2012 - 23:47Joaquim de Araújo
PoemaLeituras: 2,614Com: 1

LYRA I.

Eu, Marilia, não sou algum vaqueiro, Que viva de guardar alheio gado,
09/11/2012 - 23:42Tomás António G...
PoemaLeituras: 1,525Com: 0

DUAS ROSAS

Que bonita, meu amor!     Que perfeita, que formosa!
09/11/2012 - 23:30João de Deus
PoemaLeituras: 2,263Com: 1

A CAMÕES

 
09/11/2012 - 23:24Soares de Passos
PoemaLeituras: 2,252Com: 0

QUINTILHAS: _Offerecidas ao Illustrissimo, e Excellentissimo Senhor Conde de S. Lourenço_.

Ante vós, Claro Senhor, Que pondes os sãos cuidados
09/11/2012 - 23:16Nicolau Tolenti...
PoemaLeituras: 5,114Com: 1

A água chia no púcaro que elevo à boca

 
09/11/2012 - 23:07Alberto Caeiro
PoemaLeituras: 2,966Com: 1

MEMORIA Á MINHA MÃE AO MEU PAE

Aquelle que partiu no brigue _Boa Nova_,
09/11/2012 - 23:06António Nobre
PoemaLeituras: 3,375Com: 1

Acho tão natural que não se pense

 
09/11/2012 - 23:04Alberto Caeiro
PoemaLeituras: 1,618Com: 0

Aceita o universo

 
09/11/2012 - 23:04Alberto Caeiro
PoemaLeituras: 1,519Com: 0

Acordo de noite subitamente

 
09/11/2012 - 23:04Alberto Caeiro
PoemaLeituras: 3,238Com: 3

Pages